Ideias aconchegantes para decoração de casa

O portal foi apresentado na 9ª do Grupo de Contacto dos países BRICS sobre questões comerciais e económicas

7 de julho de 2015

O portal foi apresentado na 9ª do Grupo de Contacto dos países BRICS sobre questões comerciais e económicas
Fundador, Presidente do Conselho de Administração da Global Trade Rus Anna Nesterova participou da reunião IX do BRICS Grupo de Contacto sobre Comércio e Economia, e de uma mesa redonda sobre o suporte e desenvolvimento de pequenas e médias empresas (PME) nos países do BRICS, que teve lugar em 6 de julho, em Moscou. Relatório Anna Nesterova foi colocado em uma unidade separada, na qual propõe a criação de um único portal de Internet para pequenas BRICS médias empresas. Ela disse que o desenvolvimento de um único recurso on-line para o desenvolvimento de negócios na América Latina, Sudeste da Ásia e os países do BRICS já começaram. O portal será a primeira plataforma B2B que irá reduzir as barreiras ao comércio internacional dos países em desenvolvimento e impulsionar o comércio bilateral. membros IX da reunião do Grupo de Contacto de BRICS Comércio e Assuntos Económicos aprovou o projecto de Anny Nesterovoy. O lado indiano ofereceu a sua contribuição no âmbito da Federação das micro, pequenas e médias empresas, que tem mais de 7 milhões de membros, bem como das organizações indígenas para apoiar as pequenas empresas. Além disso, o seu apoio e disponibilidade para cooperar expressa por representantes do Governo da Índia. Vontade de cooperar e trocar informações no âmbito deste projecto, também expressou os membros das delegações chinesas e brasileiras. Na próxima reunião do Grupo de Contacto, a ser realizada em novembro de 2015, interface de Anna Nesterova apresenta portal Internet para as PME BRICS. Espera-se para discutir os possíveis mecanismos de cooperação entre os países BRICS, com vista a preencher as informações relevantes. Durante a reunião do Grupo de Contacto abordou questões BRICS parceiros para a acção sobre os BRICS na área de e-commerce, a criação de um sistema de "balcão único" para os operadores económicos estrangeiros, bem como questões de formatos de interação no sector das PME e de propriedade intelectual.